Como funciona um sistema em termossifão?

O sistema em termossifão consiste geralmente num conjunto de colectores ligados a um depósito bem isolado e posicionado a um nível mais alto do que os colectores. Não são necessárias bombas circuladoras, pois a circulação de água faz-se por convecção natural, induzida pela diferença de densidade entre a água quente e fria. A água no colector fica menos densa ao ser aquecida deslocando-se para a parte superior do circuito (dentro do depósito). A água mais fria (mais densa) para a parte mais baixa do circuito (à entrada do colector). Uma vez no colector, o ciclo começa de novo e a circulação continua desde que haja radiação solar. O caudal de circulação aumenta com o aumento da intensidade de radiação solar e a água a utilizar é retirada da parte superior do depósito solar.

Este tipo de sistema pode ser concebido para instalações de grande dimensões embora seja necessário saber executar bem a ligação entre os painéis. Para localidades com riscos frequentes de congelação deve ser previsto um circuito primário independente.

Nas soluções tradicionais em termossifão, existe a necessidade de desnivelar as posições do campo dos colectores e do depósito, o que pode resultar, em muitos casos, na inconveniência de instalar depósitos pesados em sítios que para isso não estão preparados.

Existem outras soluções com o depósito ao nível do campo dos colectores, usando válvulas electrocomandadas que, à noite ou nos períodos diurnos sem sol, impeçam o retorno aos colectores de água quente do depósito, arrefecendo aquele. No entanto esta solução é mais complicada e falível que a do sistema com circulação forçada.